Infantil

No Colégio Dona Clara, os alunos de 1 a 5 anos, do Maternal ao 2° Período, participam de Oficinas e Projetos de Estudo para aprenderem diversas linguagens. Cada criança tem infinitas formas de manifestação própria e a possibilidade de desenvolver linguagens comunicativas. Por isso, a preocupação em oferecer um Programa pedagógico voltado à aprendizagem significativa.

Os alunos são estimulados a se comunicarem de forma clara e compreensível, formulando suas primeiras ideias e opiniões sobre o mundo que os cerca. A partir disso, as crianças assumem suas cidadanias, conhecem seus direitos e deveres, valorizam a diversidade, desenvolvem o respeito pela família, escola e todo o grupo de convívio.

A criança desenvolve sua autonomia e conhece progressivamente o seu próprio corpo, seus potenciais e limites, além de hábitos saudáveis e cuidado com a saúde e bem-estar.

 

Concepção de Educação e Educação Infantil (trecho retirado do Regimento Escolar do Colégio Dona Clara)

Acreditamos que a Educação sustenta um coeficiente de esperança capaz de transformar a realidade. Porém, a potência de sua capacidade de reformulação do real está em função da maneira em que o próprio processo educacional é aplicado, formulado e concebido em relação ao mundo. Por tal via, concebemos a Educação como um processo que visa inserir o sujeito no mundo a fim de que esse possa refletir o seu entorno de maneira crítica e independente. Uma postura reflexiva em relação ao espaço social que rodeia o sujeito frutificará em uma práxis coerente com a reflexão empreendida pelo mesmo, e, portanto, renovadora do real.

O agir do educador também deve se fundamentar em uma noção de educação que seja harmônica com a realidade social e com o sincronismo das instituições sociais.

O objetivo principal do Colégio Dona Clara é a formação integral e integradora de seus alunos, o que abrange os aspectos físico, afetivo, intelectual, religioso, familiar, cívico, social, comunitário e cultural.

Com valores voltados para uma relação ética, o Colégio Dona Clara define como metas básicas:

I. Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações;

II. Descobrir e conhecer progressivamente seu próprio corpo, suas potencialidades e seus limites, desenvolvendo e valorizando hábitos de cuidado com a própria saúde e bem-estar;

III. Estabelecer vínculos afetivos e de troca com adultos e crianças, fortalecendo sua autoestima e ampliando gradativamente suas possibilidades de comunicação e interação social;

IV. Estabelecer e ampliar cada vez mais as relações sociais, aprendendo aos poucos a articular seus interesses e pontos de vistas com os dos demais, respeitando a diversidade e desenvolvendo atitudes de ajuda e colaboração;

V. Observar e explorar o ambiente com atitude de curiosidade, percebendo-se cada vez mais como integrante, dependente e agente transformador do meio ambiente e valorizando atitudes que contribuam para sua conservação;

VI. Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;

VII. Utilizar as diferentes linguagens (corporal, musical, plástica, oral e escrita) ajustadas às diferentes intenções e situações de comunicação, de forma a compreender e ser compreendido, expressar suas ideias, sentimentos, necessidades e desejos e avançar no seu processo de construção de significados, enriquecendo cada vez mais sua capacidade expressiva;

VIII. Conhecer algumas manifestações culturais, demonstrando atitudes de interesse, respeito e participação frente a elas e valorizando a diversidade.

IX. A avaliação ocorrerá conforme a determinação da Lei de Diretrizes e Bases da Educação, sancionada em dezembro de 1996, que estabelece, na Seção II, referente à educação infantil, artigo 31 que: “(…) a avaliação far-se-á mediante o acompanhamento e registro do seu desenvolvimento, sem o objetivo de promoção, mesmo para o acesso ao ensino fundamental”.

X. A observação e o registro se constituem nos principais instrumentos de que o professor dispõe para apoiar sua prática. Por meio deles o professor registra os processos de aprendizagem das crianças; a qualidade das interações estabelecidas com outras crianças, funcionários e com o professor e acompanhar os processos de desenvolvimento obtendo informações sobre as experiências das crianças na instituição. Esta observação e seu registro fornecem aos professores uma visão integral das crianças, ao mesmo tempo, revelam suas particularidades.

XI. O registro diário de suas observações, impressões e ideias compõe um rico material de reflexão e ajuda para o planejamento educativo.

XII. Outras formas de registro também, podem ser consideradas, como a gravação em áudio e vídeo; produções das crianças ao longo do tempo; fotografias, etc.

XIII. A avaliação ocorrerá de forma sistemática e contínua, de forma qualitativa, tendo como objetivo principal a melhoria da ação educativa. O professor, ciente do que pretende que as crianças aprendam, pode selecionar determinadas produções das crianças ao longo de um período para obter com mais precisão informações sobre sua aprendizagem.